Como o coaching se tornou tão popular no Brasil? A profissão pode, de fato, auxiliar o mercado de trabalho?

Não só na Europa e nos Estados Unidos, como também no Brasil, a demanda para formar coaches está crescendo de maneira contínua há mais de 30 anos. É muito provável que muitas dessas pessoas iniciem uma formação de coaching pela profissão estar na moda ou por ambição financeira, mas é importante saber que para seguir na profissão é necessário muito mais que vontade, é preciso ter responsabilidade e maturidade.

Já caiu a tese de que quem contratava o serviço eram apenas as empresas. Hoje, uma pessoa física que está interessada em seu próprio desenvolvimento, pode procurar cursos de coaching visando melhorar seu posicionamento nas organizações.

Olivier Joannès, francês naturalizado brasileiro, que atua na área desde 2003, acredita que o profissional precisa “estabelecer uma relação de confiança seja com uma pessoa, uma equipe, uma organização e que essa relação precisa ser nutrida com qualidades pessoais – de escuta e de questionamentos – levando-a a ampliar a conscientização e estimular a criatividade do próprio cliente, além claro, de posturas éticas que não são fáceis de desenvolver”.

Olivier que possui Certificado de Coach Profissional pelo ICF – International Coach Federation – implementou no Brasil o programa Ariadne, um curso de formação de coach psico-orgânico que é considerado uma abordagem inovadora na profissão, baseada na aquisição das 11 competências profissionais promovidas pela própria ICF, além de conceitos e práticas oriundas das Ciências Humanas.

A finalidade do curso é formar profissionais capacitados para facilitar o alcance nos objetivos de coaching individual através de um processo que envolve o fortalecimento da identidade, criatividade, capacidade de tomar uma decisão, capacidade de ação individual e interação coletiva. Como o objetivo é fortalecer os profissionais, o Projeto Ariadne é indicado para quem já atua nas áreas de RH, gerentes, executivo em transição de carreira, consultores, psicólogos e até mesmo psicanalista.

Além de receber a Certificação Internacional (Franco-Brasileira), uma preparação à Certificação de Associated Certified Coach (ACC) do ICF e uma possibilidade de associar-se à Associação de Profissional dos Coaches Psico-orgânico, o aluno estará preparado para trabalhar com organizações para acompanhar processos individuais ou coletivos em suas necessidades pessoais e profissionais.

“O sucesso é fruto de uma relação profissional entre uma pessoa que tem um objetivo para alcançar, não importa o tamanho do objetivo, e um coach profissional que se disponibiliza para o acompanhar na direção daquele objetivo, não importa o quanto a caminhada será rápida ou longa. E o sucesso é o que aquela pessoa vai expressar a respeito deste acompanhamento e do resultado obtido”, finaliza Olivier Joannès.

Para saber mais sobre as turmas de formação profissional de coach psico-orgânico, preços e horários, acesse http://www.andaraluz.com.br/curso.

Informações à imprensa:

Lucky Assessoria de Comunicação

Adriana Guedes

Tel.: (11) 5573-4777

E-mail: lucky1@luckyassessoria.com.br

www.luckyassessoria.com.br

 

Tags

top